Crônicas

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Discussão com uma ereção


Isso não é receita de urologista nem papo de psicanalista. O fato é que não existe discussão com uma ereção!

Não existe legitimidade em discutir com a nossa segunda “parte” pensante da nossa magnífica e perfeita estrutura corporal. Quando o cérebro (de baixo) resolve assumir o diálogo sai de baixo, ou melhor, sai de cima... Não tem acordo entre o “vizinho” de cima com o “vizinho” de baixo, as cabeças só interagem entre si até a segunda página...

Os primórdios da discussão...

Discussões são processos intelectuais primitivos e tão antigos quanto o Plínio Arruda, entretanto, há de se ressaltar que, ainda na época em que o arco íris era em preto e branco, a ereção já ocupava o posto de “discussão sem conversa”.

Em tempo: Discussão sem conversa é um debate sem equilíbrio ou hospitalidades, é um bate boca onde se tripudia sempre quem tem a razão, quer dizer, a ereção, nem que para isso o oprimido tenha que defender sua tese com gritos, histerias, choros ou até mesmo se ajoelhando... Só pra tirar uma casquinha e satisfazer sua vontade de baixo e o seu ego de cima.

Os primórdios da discussão entre o sexo oposto...

Desde as primeiras fêmeas, nós homens (na época, sapos) brigávamos sobre qualquer assunto: lagoas, futuros girinos, acasalamento etc...

À medida que as pererécas evoluíram e pararam de saltar, as discussões ganharam um maior dinamismo e hoje discutimos por vários motivos tolos:

- Nem com a luz acessa você não reparou que ela fez luzes no cabelo.
- Ser cantada, cantada, cantada e depois desaparecer sem deixar rastros.
- Entrar no MSN e não responder quando ela te chama.
- Não responder as mensagens de texto.
- Cochichar entre amigos homens.

Se você deseja quebrar o pau, siga um dos tópicos acima!

Nós machos, aceitamos as discussões, os debates e as incógnitas de um relacionamento, nós só questionamos tudo isso em apenas um ponto:

Pra que discutir a relação na hora de uma ereção? Isso não é hora para exageros emocionais ou crises existenciais. Poxa, cadê a etiqueta feminina que vocês tanto falam e defendem? Discutir relação na hora do sexo é uma total falta de educação, uma puta sacanagem!

O psiquiatra Paulo Fodêncio Ramos explica que uma DR (ao contrário do que pensam) estimula a harmonia entre o casal e é um profundo encontro com seu próprio eu.

“É possível (inclusive) discutir a relação durante o sexo. O sexo pode e deve estar presente em todos os âmbitos de sua vida, mesmo não fazendo sexo é bom fazer sexo, entenderam? Veja o seguinte exemplo: a Marta Suplicy deixou de ser sexóloga, mas ainda continua fodendo o povo!”, completa o psiquiatra.

Alguém perguntou se eu quero uma DR? Puta abreviação barata, parece nome de DST, isso sim! Nós homens lutamos pela RS... Se você não entendeu aperte a tecla SAP do seu note: RS = Relação Sexual.

Felizes eram meus avôs e meus pais que não discutiam relação, era na base do vai ou racha! Hoje, a ordem funciona inversamente, primeiro racha e depois vai.... Vai para uma terapia de casal, psiquiatra, psicanalista, pai de santo... Benditos sejam!

E agora você deve estar se perguntando: existe coisa pior que uma DR na hora errada?

Claro que existe!

Existe a NSN (namorada sem noção). Aquele que quando você está todo empenhado ela lhe pergunta: “- Amor? Você tirou o frango do congelador?”

Nessas horas da vontade de ser um HSN (homem sem noção) e retrucar dizendo:

“Amor? Por que sua xerequinha tá soltando pum?”

36 comentários:

  1. Sem comentários... muito ruim o texto na minha visão.. nao é o tipo de leitura que me agrada...

    Mas é aquilo, tem gosto pra tudo...

    Até mais ...

    Van

    ResponderExcluir
  2. Sabe que eu nunca tinha levado isso em consideração? hahahahahaha

    Muito boa André! hahahahaha

    Segunda feira é bom lermos textos engraçados e com extrema sagacidade..... Duvido que tenha algo parecido na net sobre este tema, hahahaha.

    E concordo: DRs precisam de exposição e local adequado...

    Mulheres? Leiam com atenção essa crônica!

    Hahahhaha

    ResponderExcluir
  3. Li... não acrescentou nada , por isso... sem comentários.Desculpe amigo, curto textos mais suaves e românticos ou polêmicos e com bastante conteúdo.Fica para o próximo ...

    ResponderExcluir
  4. Os textos engraçados geralmente agregam bom humor a nossa vida....

    Eu gostei André!

    Achei divertido e concordei em alguns pontos, apenas alguns ok?

    hahahah

    bjs a todos

    ResponderExcluir
  5. MINHA NOSSA !!! Quem é esse covarde que nao coloca o próprio nome !???

    Que babaca !

    Dé olha lá hein !!! rs... to achando que vc, saiu com a mulher desse cara....hehe

    ANONIMO BABACA !!!

    VANESSA

    ResponderExcluir
  6. OU OU OU .....

    A anonima tá muito brava com vc... rs...
    que vc. andou fazendo mocinho...??? hehe ...

    ResponderExcluir
  7. O mais engraçado é que ninguém chamou esse imbecil pra participar de um blog cuja intelectualidade e conteúdo não se empregam ä este pobre coitado.

    Vá ler notícias populares!

    ResponderExcluir
  8. o dono do blog apagou o comentário ...pq será?
    é bem do tipo que só deixa mensagens bonitinhas aqui, pra fortalecer o ego.

    ResponderExcluir
  9. Vcs homens só pensam nisso mesmo.... tsc tsc.

    Tanto que não vi nenhum aqui contradizer a crônica, ou seria a lógica? hahahah

    bjs bjs

    ResponderExcluir
  10. Hummmm , verdade anonimo....

    Que vc é um ou uma babaca , isso é fato - na verdade vc. é mulher - claro...

    Agora o autor foi mal em excluir o comentário - nao deveria... Mas temos que ver o outro lado , iria começar umas agressoes e tal e nao iria ser legal...

    Acho mais adulto , vc. resolver seus conflitos direto com ele e nao ficar aqui falando um monte de abobrinha ...

    Que acha de amadurecer um pouco hein !!??

    Vannnnnnnnn

    ResponderExcluir
  11. o nego precisa trampar. trabalho de verdade!

    ResponderExcluir
  12. Olha numa boa... sugiro que vc. se resolva direto com o autor...

    rs... mulher ferida é problema... sei como é isso....

    Dé agora se vira... ninguém mandou sair com mulher errada....hehe

    hahahahaaaaa

    Se vira...

    HAHAHAHAAAA

    Engraçado isso ! Palhaçada.. dou risada de mulher que faz isso... quanta babaquice...falta do que fazer....
    rs

    ResponderExcluir
  13. Crônica polêmica e comentários polêmicos.
    Propagando o caos, hein? rs
    Melhor, tudo isso é uma “puta falta de sacanagem”! rs

    Machista? Sim...
    Mas convenhamos que a maioria dos homens (isso se não forem todos), pensam dessa maneira.
    É o doce jeitinho ogro de ser!

    Criança... Você não tem jeito mesmo!
    Hehehehehehehe...

    ResponderExcluir
  14. Não gostei e não acho q vc realmente pense assim...não é esse o André que conheço...Qdo tá apaixonado de verdade...troca horas de sexo por horas em dobro de DR...Sexo por sexo...contrate uma profissional!!!

    ResponderExcluir
  15. Andrééééé?

    Talvez a crônica não tenha caído num dia feliz, hahahaha...... Eu gostei, achei criativo, mas concordo um pouco com as meninas....

    Como tb entendo que nem sempre as risadas são precedidas de assuntos que aregam conteúdo, se fosse assim, o programa Pânico e o CQC seriam uma escola não acha?

    bjs lindoooooo!

    ResponderExcluir
  16. Grande André,

    A segunda feira não ajuda muito, mas seu texto ficou bem expansivo no que diz respeito a comparação que vc traça, haha....

    Pelo visto, as leitoras não gostaramn muito da comparação.

    ResponderExcluir
  17. concordo totalmente e plenamente com a Blan....Dé esse não é o André que eu conheço...tb tenho certeza que em outras épocas vc trocaria horas a fio de uma DR, do que por uma apenas se sex...e outra pensra só com o corpo cavernoso de baixo pode implicar em diversos acontecimentos os quais muitos não somos capazes de suportar depois...sem mais...

    ResponderExcluir
  18. Eu não discuto, nem perco tempo...hehehe
    Quem manda sou eu e pronto!! kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  19. Hum muita polêmica... Huahauahau... Pena que não tive tempo para ler o que o anonimo (A anonima, como diz a Van), confesso que fiquei curiosa. Eu não ligo para esse tipo de texto, não me ofende em nada, aliás até me divirto. Como disse a Dee, é o que os homens pensam não é?
    Só não sabia que desaparecer ou ignorar uma mulher fosse um motivo tolo para DR. Aposto que se você fosse o ignorado você não ficaria nada feliz. Infelizmente os homens preferem fugir a serem honestos. E muitas vezes acabamos não entendendo o sumiço e partimos para uma DR ao invés de mandar pastar. Mulheres sou a favor de não DR também... Mandem pastar antes de chegar a isso!!!
    Ah... Se ela esta pensando no frango congelado com certeza você não esquentou a sua mulher o suficiente!!!

    Bjokasss

    ResponderExcluir
  20. Carta aos leitores:

    "Assim como o repórter, o cronista se inspira nos acontecimentos diários, que constituem a base da crônica. Entretanto, há elementos que distinguem um texto do outro.

    Após cercar-se desses acontecimentos diários, o cronista dá-lhes um toque próprio, incluindo em seu texto elementos como FICÇÃO, FANTASIA, CRITICISMO e EXAGEROS CÔMICOS, elementos que o texto essencialmente informativo não contém.

    Com base nisso, pode-se dizer que a crônica situa-se entre o Jornalismo e a Literatura, e o cronista pode ser considerado o poeta dos acontecimentos do dia-a-dia."

    Ser cronista não é ser autobiográfico!

    Att

    O autor

    ResponderExcluir
  21. Embora não conheça o ANDRÉ, conheço muito bem como é a vida de um escritor, seja ele cronista, literário ou poeta...

    Descrever uma situação nem sempre demonstra cunho pessoal. É a criatividade, a sagacidade e o humor que faz um texto ser diferente, inusitado.

    Exagerar e estrapolar abastecem a imaginação e transforma um texto inanimado em algo divertido e atraente....

    É isso......

    ResponderExcluir
  22. CACETE?

    Qto julgamento pra um texto meu...... É um texto, pra que colocar tanta emoção e indignação? Hahhahaha

    Essas mulheres viu....

    Até tu Fabi? Que sempre foi a mais equilibrada?

    Hahhahahaha

    ResponderExcluir
  23. Dé eu te entendo... Tem mesmo que escrever sobre coisas diferentes, nem que seja um pouco machista, ai você coloca fogo por aqui...
    hauahau...
    Sebastian concordo com você!!
    Calma Sei lá, só estou criticando a maneira como os homens tratam as mulheres... Sempre critiquei isso, resta para nós mulheres não nos deixarmos ser tratadas dessa maneira não é? Nem peguei pesado... rs... Até me diverti...
    Ah por sinal acho que vou parar de usar o Rs como risada vai que o homem vai pensar que quero uma Relação Sexual.

    Bjokas a todos!!!

    ResponderExcluir
  24. Ahã ahã....

    Vou defender minha amiga Fabi... Ela etende sempre o que tá escrito e sempre pega leve com a gente....

    Mas os homens daqui são diferentes Fabi..... fique tranquila. Não é moçada?

    Hahahhaa, gostei da ideia: não use mais rs.... senão.... vai saber.....

    ResponderExcluir
  25. Adorei a defesa Re... Kd meu bombom? rs.. É vocês me parecem diferentes, massss... Homem para mim é tudo igual até que me provem o contrário... hauahau...

    Bjokass

    ResponderExcluir
  26. Hahahahhahaha....... Vc não recebeu o bombom? mandei no seu end.... Hahhahahaha

    ResponderExcluir
  27. Ai culpa minha... Não posso cobrar... Mas te dou meu endereço eletrônico, pelo menos não da para me sequestrar por e-mail né? Huahauahaua
    fabiana_cury2@hotmail.com
    Quem quiser pode me add amores...
    Bjokasss

    ResponderExcluir
  28. Hmmmmmmmmmmmmmmm

    Aqui no blog rola quebra pau, bate boca, entretenimento, comoção, emoção e..... Casamento?

    Hahhahahaha

    ResponderExcluir
  29. É lógico que um escritor não tem limites na sua imaginação.Tudo é muito válido na literatura.Mas como aqui é um lugar de opiniões, colocamos a nossa, para que seja contestada .Acho também que podemos contestar opiniões , textos ... tudo , só que sem ser grosseiro e grotesco.
    André, não considerei nada autobiográfico neste texto, pois quem consegue escrever o que você escreve a respeito de sentimentos , só pode estar brincando e se divertindo com este.
    Meu comentário continua sendo o mesmo. Prefiro seu lado mais " meloso". Beijos.

    ResponderExcluir
  30. caro autor,
    tenho acompanhado alguns textos publicados nos últimos meses e de fato este supreendeu!! Tenho que admitir que para boa parte do público a pilula foi forte demais!!
    Achei o texto ótimo, apesar de não concordar com todos os pontos. Creio que o que busca ao escrever e publicar o seus textos seja acima de tudo a refexão, a discução e às vezes uma leve provocação.
    Parabéns pelo trabalho.

    ResponderExcluir
  31. Sei la esta querendo meu casar é? rs (ai não posso usar rs)... Olha que vou achar que esta com ciúme.. hahauhaua... Te convidei também, a palavra amores foi para todos por aqui...
    Re prometo que não vou te pedir em casamento, pode me add se quiser viu? Não precisa ficar com medo... hauahauah
    Adoraria conversar com todos. Tenho certeza que seriam conversas muito interessantes!! Fiquem a vontade p/ add...
    Cecilia senti falta das frases impactantes... Vou esperar os textos "melosos" rs...

    Bjokasss

    ResponderExcluir
  32. Vannnnnnnnnnn a todos e ao autor !20 de outubro de 2010 16:33

    Olha numa boa, curto mais quando o autor tem só uma identidade , tipo uma amigona minha que é cronista, Jabor, Veríssimo... esse argumento de várias facetas num único autor eu nao gosto, pois nunca nos mostra quem ele realmente é.

    Eu na verdade depois de ler tantas crônicas do autor aqui, já o enquadro em um perfil só! Posso até estar enganada , mas para mim ele nao é no fundo aquele cara sensível e romantico que as vezes resolve escrever algo...

    Bom, é isso que o autor aqui me passa...nao me passa sua verdadeira identidade e isso é um ponto negativo, mas continuo aqui sim, vamos ver o que vem por aí amanhã...rs..

    É isso.

    Abraços a todos.

    Van

    ResponderExcluir
  33. Van?

    Procure no google a palavra "cronista"....

    Ou vc acha que tudo que o Jabor e o Veríssimo (como vc mesma citou) mostram realmente a sua personalidade, assim, na íntegra?

    risos

    André? Não perca tua essência cara! Vc escreve bem qualquer tema, e isso é muito bom pra vc e pra quem lê.

    ResponderExcluir
  34. Vannnnn p / Sebastian20 de outubro de 2010 18:24

    Justamente Sebastian, quando leio Jabor, Mainard na veja , Veríssimo - já sei o que vem por aí...os caras tem a identidade, já o Dé cada hora é uma coisa e eu nunca saberei quem é ...

    Entendeu ?!

    Cada um cada um ... continuo com meu ponto de vista.

    ResponderExcluir
  35. Opiniões à parte,

    Eu acho que se o André focar em apenas um nicho de assunto (como coisas melosas), vai perder totalmente a graça... vai se tornar repetitivo e vai cansar..... Eu mesmo pararia de entrar aqui.

    Essa é a graça desse blog e que se difere de tantos outros que fuço na internet. Cada dia aqui é uma surpresa, um assunto diferente, isso é bem maneiro.

    É claro que tem crônicas que não me agradam e isso vai na contramão da teoria do gosto: cada um tem o seu.....

    abs

    ResponderExcluir
  36. ... rapazzz eu estava completamente apaixonada pelo texto ...adorando cada palavra... mas vc estragou o final com essa frase: “Amor? Por que sua xerequinha tá soltando pum?”

    ... rsrsrsrsrsrs pecastes no final rsrsrs

    ResponderExcluir